Os Povos

Moçambique tem vários grupos étnicos com diferentes idiomas, culturas e desenvolvimento histórico. Os Povos Bantu que não constituindo uma raça específica, mas um conjunto de grupos com uma cultura comum e linguagem similar estão na origem das etnias dominantes, nomeadamente, "Yao", "Macua", "Angones", "Nhanjas", "Tongas", "Bitongas e os "Muchopes" que se distribuem por ordem do Norte ao Sul. Salientar que as comunidades swahili instaladas nas áreas costeiras são responsáveis pela introdução do Islamismo em Moçambique, assim como os indianos e europeus dispersos pelo país.

Actualmente, a população moçambicana é estimada em cerca de 23.700.715 milhões de habitantes, sendo que estão concentrados nas cidades, cerca de 7.385.294 habitantes e os restantes habitantes encontram-se nas zonas rurais. Com base na distribuição de gênero, os homens representam a menor fasquia em cerca de 11.426.321, contra 12.274.394 mulheres. As principais cidades como a capital Maputo apresenta 1.178,116 habitantes do total, Matola 671.556, Beira 431.583 e Nampula com 388.526 de habitantes. De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INAE), no ano 2011, o número de habitantes moçambicanos foi de 23.049.621, projectando-se para 2019 cerca de 28.571.310 habitantes distribuídos pelo território nacional. Segundo o Instituto Nacional de Estatística, 12% dos moçambicanos professa a religião cristã, 22% divide-se pelas igrejas protestantes e 20% professam a religião muçulmana, pelo que cerca de 46%, que neste caso é quase a metade da população, pratica religião tradicional baseada em cultos e crenças familiares.

As línguas de Moçambique são todas de origem Bantu, com excepção do português que é a língua oficial, desde que o país se tornou independente e o inglês é a língua de negócios, usada maioritariamente nas zonas urbanas ou zonas onde o turismo ganhou maior espaço na vida das comunidades. Também fala-se cerca de 43 línguas, as chamadas “línguas nacionais” que de acordo com o censo populacional, mais faladas são emakhuwa (26,3%), xichangana (11,4%) e elomwe (7,9%).

Newsletter

Assine a newsletter do Visitmozambique e receba as principais notícias sobre Turismo por e-mail.