Noticias

PM desafia director-geral a imprimir nova dinâmica no INATUR/30.05.2018

O primeiro-ministro, Carlos Agostinho do Rosário, conferiu posse, esta quarta-feira, ao novo director-geral do Instituto Nacional do Turismo (INATUR). Na ocasião, o dirigente recordou que o sector de Turismo é uma das prioridades do Governo, no entanto, continua a contribuir com taxas baixas o crescimento da economia nacional.

Este cenário leva a que Carlos Agostinho do Rosário desafie o novo gestor do INATUR, Romualdo Johnam, a melhorar o sector e a assegurar a promoção do turismo.

“Actualmente, o sector contribui com apenas com apenas 2,3% para o Produto Interno Bruto. Esta percentagem desafia a todos nós, uma vez que o nosso país possui enorme potencial turístico e, na nossa acção governativa, a área do turismo constitui uma das nossas prioridades, tendo em conta as áreas turísticas e de conservação existentes em Moçambique’’, disse.

Para o governante, o desafio é tornar o país num destino turístico de referência da região e do mundo.

Os desafios colocados a Romualdo Johnam estendem-se até à geração de mais postos de emprego, que deve passar dos actuais 61 mil trabalhadores existentes actualmente.

“Recomendamos ao INATUR para, no exercício das suas funções de promoção e valorização da nossa riqueza cultural, paisagística e faunística, assegurar que cada um dos intervenientes da área do turismo, tanto público como privado, continuem a dar a sua contribuição na geração de mais emprego e aumento da renda”, referiu.

Por outro lado, o primeiro-ministro quer a valorização e capacitação dos recursos humanos, visando a promoção do turismo doméstico. Johnam substitui Albino Celestino que dirigia o Instituto desde 2015. Até Janeiro do presente ano, era Conselheiro Económico para área de Turismo e Cultura no Brasil.

 

Por Joaquim Manhique

Boletim Informativo

Assine a newsletter do Visitmozambique e receba as principais notícias sobre Turismo por e-mail.